Os Planos de um Líder – Parte 3

03
out

Como você tem se preparado para as oportunidades e fixar metas, foram as lições para um líder que está em dia com seu chamado e comprometido com a sua visão e missão. Hoje vamos estabelecer as bases finais para um planejamento eficaz.

4. Os líderes fixam datas limite

Então o rei, estando presente a rainha, sentada ao seu lado, perguntou-me: “Quanto tempo levara a viagem? Quando você voltará?” Marquei um prazo com o rei, e ele concordou que eu fosse. Neemias 2:6

Sem uma data limite, uma meta não é meta, e só um desejo. O estabelecimento de data limite é a parte do planejamento que fixa um calendário. Você sabe o que quer fazer, e sabe quando quer que esteja pronto. Agora, a pergunta é esta: Quanto tempo vai ser necessário?

Artaxerxes apreciava Neemias, como o evidencia sua pergunta: “Quanto tempo vai ficar fora?”. Por que será que Neemias acrescentou as palavras “estando a rainha assentada junto a ele”? Talvez compreendesse a influência dela sobre a receptividade do rei. O mais provável e que, por ser Neemias a mão direita do rei, houvesse amizade entre ele e a rainha. Com sua rainha junto a ele, e seu ajudante principal servindo-lhe vinho, o rei estava feliz. Neemias reconheceu que era o momento adequado, assim apresentou sua petição: “Realmente, o que eu queria fazer era regressar para reconstruir os muros ao redor da cidade onde se encontram as sepulturas de meus antepassados”, começou a dizer. E possível que fizesse essa petição nesse momento, sabendo que a rainha influenciaria Artaxerxes para que ele o deixasse ir. Uma coisa, sim, sabemos com segurança: Deus era quem havia fixado aquele momento.

Neemias orou, fez um plano, fixou uma meta… e estabeleceu uma data limite.

5. Os líderes preveem os problemas

Se for do agrado do rei, eu poderia levar cartas do rei aos governadores do Trans-Eufrates para que me deixem passar até chegar a Judá. Neemias 2:7

Agora que já tem permissão para ir, Neemias pede proteção. Sua viagem da Babilônia (Iraque) até Israel tinha uma distância de 1.300 a 1.600 quilômetros e passava por diversas províncias. Ele sabia que ia necessitar da ajuda de alguém como o rei para chegar são e salvo a seu ponto de destino. Por isso ele disse a Artaxerxes: “Quero que me dês cartas de autorização, de maneira que não tenha problemas quando chegar ali”.

Vê-se claramente que Neemias tinha pensado em tudo. Quando o rei lhe perguntou o que queria, ele já tinha a resposta preparada, porque havia pensado até nos detalhes. Havia feito planos para aquele momento. Durante quatro meses passados não estava só orando, mas também planejando, de modo que quando surgiu a oportunidade, pode dizer o que necessitava. Quando você planejar, não se esqueça de prever que problemas podem surgir. Pergunte a você mesmo: O que pode me deter? O que pode dar errado? O líder prudente reconhece que, se há algo que pode ir mal, o mais provável é que assim ocorra. Planeje para a possibilidade de um desastre.

Os administradores se centram nos problemas do momento; os líderes, na resolução dos problemas de amanhã.

Em toda organização fazem falta tanto os administradores como os líderes. No entanto, é importante reconhecer que eles não são a mesma coisa. Os administradores centram-se nos detalhes cotidianos, os problemas que surgem todos os dias. Os líderes preveem os problemas. Fazem a si mesmos essas perguntas que começam com um “e se…?”, perguntas que ninguém mais pensa sequer em fazer. Eles veem o problema, e tem preparada a solução para enfrentá-lo, ainda antes que se torne uma realidade.

Quando as reuniões de domingo na igreja aqui no MIESF eram pela manhã e à noite, notei que as mesmas não estavam sendo preenchidas. A ideia (antevendo a lotação) era que teríamos problemas de acomodação por virmos de um lugar maior. Na realidade não aconteceu, e voltamos para apenas um culto, acabamos que, buscamos solução para um provável problema e vimos que o mesmo não aconteceu e pudemos aliviar a equipe que estava se sacrificando ministrando em dois cultos. Isso é o que um líder deve fazer. O líder pensa muito mais adiante que os demais. Da mesma forma que Neemias, os líderes visionários vão adiante, prontos para enfrentar os problemas quando chegam, com soluções que eles já encontraram.

Ainda que administração e liderança sejam coisas distintas, ambas são necessárias. O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as consequências. A previsão dos problemas e a antecipação para resolvê-los são parte de um planejamento eficaz.

6. Os líderes calculam o preço

“E também uma carta para Asafe, guarda da floresta do rei, para que ele me forneça madeira para as portas da cidadela que fica junto ao templo, para os muros da cidade e para a residência que irei ocupar. Neemias 2:8“

Como o planejamento exige tempo e dinheiro, o orçamento é o próximo ponto que o líder precisa levar em consideração. Você já percebeu que tudo na vida tem um custo? Neemias apresentou ao rei toda uma lista de petições: “Primeiro, quero que me deixes ir. Depois, quero que me dês a proteção de que necessito para chegar lá. E, aproveitando a oportunidade, quero também que sejas tu a pagar o projeto”.

Como tinha tudo bem pensado, Neemias sabia com precisão do que ia necessitar. Quando o rei lhe concedeu audiência, essas foram as coisas que ele pediu. Necessitava de madeira para levantar as vigas das portas da cidade, madeira para os muros e madeira para edificar sua casa. Leve em consideração que Neemias não era construtor. Nunca havia edificado nada em toda a sua vida. Quando, porém, surgiu a oportunidade de apresentar suas necessidades ao rei, ele lhe disse com exatidão o de que precisava, porque havia feito planos. Os líderes eficazes oram e depois planejam.

Como Neemias soube o que necessitava pedir? Como soube que havia um bosque real perto de Jerusalém? Calculou o preço e planejou antes. Antes de envolver-se com a situação, calculou o que estava fazendo. Fez as investigações necessárias. Até conhecia o nome do guarda da floresta. Tudo aquilo ele havia pensado antes, de modo que estava pronto quando a oportunidade bateu a sua porta.

Deus tem oportunidades magníficas esperando por você, mas você tem de estar preparado para ir ao encontro dessas oportunidades quando elas aparecerem. Se Neemias não tivesse feito seus planos, não estaria preparado. Como seu planejamento foi detalhado, sabia exatamente o que devia pedir. Havia calculado o preço. Jesus nos diz que nós também precisamos calcular o preço. Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la? Neemias está tão comprometido com sua visão, que se dispõe a passar por riscos consideráveis para alcança – lá. Ele sabe que está fazendo petições a um rei pagão. Tem sua lista preparada, e colocou sua confiança no Senhor.

Pede autorização, proteção e recursos, e tudo com um grande risco para a própria vida. Cada vez que o rei lhe concede uma das coisas que pede, dispõe-se a aventurar-se um pouco mais e ir além. Você já se encontrou com alguma situação como essa? Eu já. Quando se dá conta de que ainda não o jogaram fora, você continua avançando. Vai empurrando os limites, querendo ver até onde pode chegar. A liderança tem seus riscos. Vamos disponibilizar um material extra que vai complementar este estudo. Siga em frente!

Deixe um comentário