Os Segredos dos Bem-Sucedidos – Parte 2

02
jun

3. Continue trabalhando, apesar do perigo

Um dia fui à casa de Semafas, filho de Delafas, neto de Meetabel, que estava trancado portas adentro. Ele disse: “Vamos encontrar-nos na casa de Deus, no templo, a portas fechadas, pois estão querendo matá-lo; eles virão esta noite”. Todavia, eu lhe respondi: Acha que um homem como eu deveria fugir? Alguém como eu deveria entrar no templo para salvar a vida? Não, eu não irei! Percebi que Deus não o tinha enviado, e que ele tinha profetizado contra mim porque Tobias e Sambalate o tinham contratado. Ele tinha sido pago para me intimidar, a fim de que eu cometesse um pecado agindo daquela maneira, e então eles poderiam difamar-me e desacreditar-me. Lembra-te do que fizeram Tobias e Sambalate, meu Deus, lembra-te também da profetisa Noadia e do restante dos profetas que estão tentando me intimidar. Neemias 6: 10-14

Agora, aqueles obstinados inimigos estão tratando de assustar Neemias. Querem que ele creia que sua vida corre perigo. Compram ao sacerdote Semaías, amigo de Neemias, e fazem com que ele diga a Neemias que existe um complô para assassiná-lo. A única maneira de estar seguro, disse a Neemias seu falso amigo, seria se ele corresse e se escondesse no Lugar Santíssimo do Templo. O temor de Deus impediria que os assassinos entrassem ali. Neemias respondeu no versículo 11: “Homens como eu não correm e se escondem no templo para salvar sua vida! Não me esconderei!”. Estava decidido a continuar trabalhando, apesar do perigo.

O que impediu que Neemias cedesse diante daquela ameaça de morte?

Em primeiro lugar, ele sabia que, se ele o fizesse, ia ficar como um covarde. “Homens como eu não correm e se escondem!” Os líderes não saem fugindo. Neemias sabia que havia outras pessoas observando suas reações.

Em segundo lugar, Neemias era um homem perspicaz, e soube que aquele conselho não vinha do Senhor. No versículo 12, ele disse: “Percebi que Deus não o tinha enviado”. Muitas pessoas que dizem que estão trabalhando para Deus, na realidade estão trabalhando para o inimigo. Talvez até sejam amigos ou parentes seus. E possível que não estejam conscientes de que o inimigo os está usando, mas lhe dão conselhos para seu benefício, e que não provêm de Deus.

Neste caso, Neemias reconheceu que havia uma agenda escondida. Soube que o conselho não procedia de Deus.

Tenho enfrentado casos de pessoas que participam de nossa Igreja, O Miesf 12 e algumas vezes marcam uma reunião comigo. Oferecem-me um plano para mudar a igreja, ou me apresentam uma nova estratégia, e tudo porque “Deus lhes disse que me dissessem”. Quando terminam, eu lhes respondo: “E interessante. Eu acabo de falar com Deus está manhã e ele não me disse nada disso”. Eu tenho o costume de falar com Deus. Se ele tem um plano novo para o Miesf 12, estou à disposição para ouvi-lo.

Você precisa estar em comunicação constante com Deus também, para que ninguém possa enganá-lo com uma “mensagem secreta de Deus”. Sim, às vezes, Deus usa outras pessoas para nos dar uma mensagem, mas necessitamos manter-nos em alerta, já que não é sempre o certo. Há algo que tenho aprendido com meus mentores e discipuladores que é ter discípulos em um círculo de confiança e que já pagaram preço para caminhar comigo. Se alguém fora deste círculo vem trazendo “palavras secretas” eu vou para o secreto para que Deus possa confirmar estas palavras; se elas (as palavras) vêm do círculo de confiança, sei que Deus está agindo e trazendo a partir destes discípulos algo importante. Quando você tem experiências e tempo ao lado deles, ficará muito mais fácil entender o que está ocorrendo. Até mesmo quando eles não estão certos é certo que Deus usará estas palavras para me abençoar, por isso praticar o princípio do relacionamento é a melhor forma de sair destas armadilhas.

Se Neemias corresse para esconder-se no templo, aquilo poria em perigo sua integridade. Era contrário a lei que alguém que não fosse sacerdote entrasse no Lugar Santíssimo. O castigo para o que quebrasse essa lei era a morte. Neemias sabia disso.

Nunca permita que o medo o faça quebrar as leis de Deus. Isso e precisamente o que seus inimigos querem que você faça. Se não podem assustá-lo para que renuncie a tudo, vão tentar pressioná-lo para que desobedeça a Deus, e assim perca sua eficácia. Essas são as últimas tentativas desesperadas dos inimigos, e as mesmas coisas vão acontecer em sua vida se você se encontra em alguma posição de liderança.

O que quer que tentassem seus inimigos, Neemias continuou se recusando a abandonar tudo. Como consequência, “os muros foram construídos em cinquenta e dois dias”. Algo simplesmente assombroso.

Os arqueólogos desenterraram uma parte do muro de Neemias que tem uns três metros de um lado a outro, por três e meio de largura. Imagine isto: depois de milhares de anos, continuam conosco as evidências da fidelidade e perseverança de Neemias para que possamos vê-las. Que evidências você vai deixar para que os outros encontrem? Como vão saber as gerações futuras que você foi fiel a Deus? Isto e algo em que vale a pena pensar.

Quando todos os nossos inimigos souberam disso, todas as nações vizinhas ficaram atemorizadas e com o orgulho ferido, pois perceberam que essa obra havia sido executada com a ajuda de nosso Deus.

Os muros estavam prontos e agora a situação estava invertida. Os judeus já não se sentiam desalentados, deprimidos ou temerosos. Agora, Jerusalém era uma cidade fortificada. Agora, quem estava com medo? O inimigo. Havia perdido sua segurança.

Quando o inimigo não pode deter o projeto, lança-se para matar. Poe o líder na mira, como vemos no capítulo seis de Neemias.

No futebol, um dos principais objetivos da defesa e eliminar o que dirige o ataque na equipe oposta. Se consegue eliminá-lo, há grandes possibilidades de que ganhe a partida, assim que se lançar para eliminá-lo.

Tudo se edifica ou se derruba com a liderança. Não há organização, ministério, igreja, família, escola ou negócio que pode ultrapassar o ponto que o levem seus líderes. Se tudo se levanta ou cai com o líder, então a forma mais rápida que um inimigo tem para deter todo esforço e neutralizar o líder. A forma mais rápida de deter um movimento e eliminar seu líder. Jesus disse que, quando se tira o pastor, espalham-se as ovelhas. Isso continua sendo certo hoje. Quando Satanás quer deixar uma igreja aleijada, ataca seus líderes. E ele não para no pastor ou no resto da equipe pastoral; vai direto perseguir os líderes leigos.

Como líder, você precisa se dar conta dessa tática. Há pessoas que não vão gostar de você. Não querem que você triunfe, e, por isso, vão atacá-lo. Há os que farão o que for necessário para fazê-lo fracassar. O modo com que você enfrenta esses ataques pessoais determina o tipo de líder que você é.

Uma das lições básicas de Neemias e que os líderes são essenciais em todo projeto. Com os líderes de que necessitavam, puderam conseguir em cinquenta e dois dias algo que durante oitenta anos as pessoas haviam dito que não era possível fazer. Com o catalisador correto, os planos entram em ação.

Que tipo de pessoa e necessário para ir adiante com um projeto de grande importância? Que tipo de pessoa faz falta para alcançar o impossível? O que você, como líder, precisa para triunfar diante das distrações, da difamação e do perigo? Veja nos próximos estudos as respostas de Deus, com o exemplo de Neemias.

Deixe um comentário