O Sonhador Administra Causas Impossíveis – Parte Final

15
jul

Texto Chave: “Faraó chamou a José Zafenate-Paneã, e deu-lhe por mulher Asenate, filha de Potifera, sacerdote de Om. Depois saiu José por toda a terra do Egito. Ora, José era da idade de trinta anos, quando se apresentou a Faraó, rei do Egito. E saiu José da presença de Faraó e passou por toda a terra do Egito. Durante os sete anos de fartura a terra produziu com abundância; e José ajuntou todo o mantimento dos sete anos, que houve na terra do Egito, e o guardou nas cidades; o mantimento do campo que estava ao redor de cada cidade, guardou-o dentro da mesma. Assim José ajuntou muitíssimo trigo, como a areia do mar, até que cessou de contar; por que não se podia mais contá-lo.” (Gênesis 41:45-49)

Verificando quem produz na chamada

José, esse homem sonhador, cheio de qualidades do Reino, disse que rodearia a terra do Egito para verificar quem realmente produzia. Há pessoas que são muito paradas para as coisas de Deus e muito ágeis para o pecado. Elas têm dificuldades para receber no espírito. É como se deixassem o líder sozinho com a revelação que lhes transmite.

Mas, para operacionalizar o sonho, José precisava conhecer o seu território e saber quem realmente produzia. É a conquista de um sonhador administrando com potencialidade, colocando o potencial em operação.

Verificar quem produz na chamada fala de não ser uma pessoa inerte, que cria mais problemas do que soluções e que não produz como deveria, que ocupa o lugar dos nobres e rouba o lugar daqueles que dão resultados.

Seja qual for o seu negócio e o setor que você trabalha o que você quer é ver resultado. A área que foi confiada em suas mãos você deve trabalhar pelo resultado. É ele que nos estimula porque somos seres que precisamos de motivação.

O que motiva um líder e uma equipe é o resultado. O empresário que chega ao final do mês com a empresa no vermelho, não apenas se entristece como fica preocupado com a situação.

Todo empresário, no final do mês, espera pelo lucro. Existem pessoas que acreditamos nelas pelo resultado que dão independente do lugar onde estão. As pessoas reagem de acordo com o que acreditam. Seja um desses que surpreende por causa dos resultados.

Não podemos nos aliar àqueles que não fazem nada, pois daqui a um tempo passaremos a não fazer nada também. Não foi isso que o sonhador José fez. Ele saiu para observar cada detalhe de cada região para tomar as providências necessárias, e dessa forma, saciar a fome de milhares e milhares.

Deus irá ungi-lo para colocá-lo no lugar de honra, pois todos os que são fiéis e íntegros receberão postos de honra e serão beneficiados em todas as áreas. Deus o chama para uma mudança radical. A mão do Senhor é sobre a sua cabeça e o seu território será ampliado e você será honrado de forma absoluta.

Vejamos que estratégias José usou para administrar a situação difícil e concretizar o sonho.

Levantar equipes para plantar

Ele sabia que não poderia plantar sozinho. Então, ele foi de lavoura em lavoura e levantou equipes que davam resultados. As equipes que selecionavam os grãos.

Não podemos lançar para plantar aqueles que são leigos e que não sabem como lançar o grão sobre a terra. É necessário que sejam adestrados para esse tipo de plantio para que não comprometa o resultado. Seria infantilidade de nossa parte entregar projetos nobres nas mãos de tolos que não sabem honrar a posição que lhes é dada.

Manter equipes adequadas para colher Temos experimentado uma grande colheita de vidas. Porém, que adianta colher tanto se não mantivermos a colheita? É muita obtusidade. Para que gerar resultados se não conseguimos manter o resultado? Para que plantar se não sabemos quem irá colher? Existem aqueles que plantam e existem aqueles que plantam e colhem.

Estive em Juazeiro do Norte e era a época da colheita do tomate. Havia dois mil homens selecionados para colher tomates, pois se eles não estivessem preparados, poderiam prejudicar em 25% o resultado da colheita.

Ora, se há treinamento até para colher tomates que dirá um treinamento que possa capacitar ainda mais o povo de Deus para colher as novas vidas que estão chegando ao Reino! Somos trabalhadores da última hora.

Treinar equipes para administrar

Precisamos treinar equipes para administrarem o resultado da colheita. José, o sonhador possuía em seu currículo unção para administrar. Ele havia recebido da parte de Deus esse batismo.

Era como se José dormisse e acordasse com novas idéias prontas para serem executadas. Podemos afirmar que ele foi um líder de expressão em todas as áreas da sua vida.

Se quisermos, podemos parecer-nos com José. Tudo o que precisamos fazer é acreditar que o Deus de José é o mesmo ontem, hoje e sempre será. Ele mesmo é o Senhor quem nos capacita.

As promessas são um alvo, um propósito, uma meta. Decida não ser mais um que nasceu no planeta e apenas isso. Uma vida não é para ser vivida de qualquer maneira. Você precisa respeitar a vida que tem, dar valor a ela. Não vale a pena passar pelo planeta sendo apenas mais um no meio de tantos. Hoje o Senhor o desafia a ser um Zafenate-Panéia, governador de causas impossíveis.

Deus quer colocá-lo no propósito certo para vencer as crises e subestimá-las. Que o Espírito Santo de Deus faça de você um gerenciador dos seus planos. Que você seja um homem visionário e receba do Senhor a bênção de gerenciar causas difíceis. Que o próprio Deus encha a sua vida da soberania dEle e que você coloque em prática o seu potencial.

Quem você seja conquistadores de sonhos e gerencie as causas difíceis. Que a sua vida seja mudada de forma radical e você não esconda e nem negligencie a bênção que há sobre você. Que a sua conquista seja no sobrenatural e que jamais falte na sua boca uma palavra de vida.

Você é homem de destreza, uma pessoa conquistadora. Ninguém lhe tocará todos os dias da sua vida. Seja bem-vindo a exercer o potência que o Senhor confiou a sua vida. E todos testificarão que a mão do Senhor fez todas essas coisas em sua vida.

Você gerenciará, governará as causas difíceis. Ninguém subestimará a bênção do Senhor que há sobre a sua vida, pois ela será notória.

Deixe um comentário